Amigos que me acompanham

sábado, 1 de agosto de 2015

Manuel Maria de Barbosa du Bocage



Dedal com o grande poeta de Setúbal, Bocage também conhecido como Elmano Sadino.


* * * * * * * * * *

Manuel Maria Barbosa du Bocage nasceu no dia 15 de Outubro de 1765, no número 12 da Rua Edmond Bartissol, em Setúbal, Portugal. Filho do advogado José Luís Soares Barbosa e de Maria Joaquina Lestof du Bocage, possuía mais cinco irmãos. Aos oito anos já demonstra talento para a literatura, período em que surgem suas primeiras composições. No ano em que completara dez anos sua mãe morre e ele vai estudar com D. João de Medina, que lhe ensina Latim, o pai ensina-lhe o francês e, segundo alguns biógrafos, aprende por conta própria o italiano. Foge de casa, por volta de 1781, torna-se soldado no regimento de Setúbal, depois de dois anos ingressa no corpo da Marinha Real e parte para Lisboa, onde se envolve com a vida intelectual e boémia do lugar. Aqui, mostra-se um poeta atraído pelos clássicos gregos e de sua terra, um exemplo é Camões, que era para ele um modelo.
O poeta dos diversos temas e formas permaneceu escrevendo até a morte no dia 21 de Dezembro de 1805, na cidade de Lisboa, e, apesar de toda a censura que sofreu e da incompreensão recebida até os dias de hoje, é considerado pela maioria dos críticos como o maior poeta português do século XVIII.


* * * * * * * * *

Auto-retrato

Magro, de olhos azuis, carão moreno,
Bem servido de pés, meão na altura, 
Triste de facha, o mesmo de figura, 
Nariz alto no meio, e não pequeno:

Incapaz de assistir num só terreno, 
Mais propenso ao furor do que à ternura;
Bebendo em níveas mãos por taça escura 
De zelos infernais letal veneno:

Devoto incensador de mil deidades 
(Digo, de moças mil) num só momento, 
E somente no altar amando os frades:
Eis Bocage, em quem luz algum talento; 
Saíram dele mesmo estas verdades 
Num dia em que se achou mais pachorrento.

                                                                 Bocage

17 comentários:

  1. Uau é o primeiro que vejo, "dele" Adorei.

    Beijinhos e um bom fim de semana.

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. Belíssima história do Bocage.
    Aproveito e desejo lhe um final de semana abençoado.

    Abraços

    ResponderEliminar
  3. Bom dia Francisco.
    Mais uma linda peça para a coleção de vocês, Um feliz final de semana. Beijos.

    ResponderEliminar
  4. Que lindo dedal do Bocage! Mais uma peça interessante!
    Bom fim de semana
    Um abraço

    ResponderEliminar
  5. Um dedal carregado de história!

    r: Desafiei-me a não parar ao fim de 100 dias, mas estender o desafio ao resto do ano. Para já, está a correr bem :)
    Obrigada e igualmente*

    ResponderEliminar
  6. Bocage, de onde vens
    e para onde vais,
    venho do Café Nicola
    irei para o outro mundo
    se dispares essa pistola!

    Bom fim de semana,
    amigo Carrajola, um abraço,
    Eduardo.

    ResponderEliminar
  7. Bardzo interesująca historia i piekny naparstek.
    Pozdrawiam :)

    ResponderEliminar
  8. Oi Francisco,já disse que cada vez mais estou conhecendo lugares lindos e a sua coleção de dedais.
    Bjs e um ótimo domingo.
    Carmen Lúcia

    ResponderEliminar
  9. Nossa, muito lindo e interessante...
    Parabéns!!!
    Beijos e beijos a ambos

    http://simplesmentelilly.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  10. Que maximo lindo dedal amei saber um pouco so Manuel
    Maria,
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=eNNlFtDc1-o
    Blog:http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  11. Mais belo dedal da sua rica e variada coleção e a história do Bocage é muito interessante. Gostei de ler
    Um abraço e um feliz domingo

    ResponderEliminar
  12. Muito discutido e muito talentoso. Os versos que nos trouxe mostram isso. Um dedal com uma referência muito especial. Abraço.

    ResponderEliminar
  13. Uma peça com história.

    Isabel Sá
    http://brilhos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  14. Também tenho um dedal com Bocage, mas é diferente.
    Bom domingo.

    ResponderEliminar
  15. Lindo dedal de um grande poeta.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
  16. Superlegal este dedal, Francisco!
    Bocage, grande escritor!
    Abraço

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...